Bienal Brasil do Livro e da Leitura – 14 a 23/04/2012 – Esplanada dos Ministérios

Dia 14 de abril inicia a 1ª edição da Bienal Brasil do Livro e da Leitura em Brasília.

O evento irá promover seminários, palestras, exposições de editoras, artes e recitais, apresentação de filmes, peças teatrais e shows. Além disso, a Bienal irá homenagear duas personalidades literárias: Ziraldo (escritor e cartunista) e Wole Soyinka (único negro africano a ganhar o prêmio Nobel).

Porém, nem só de livros a Bienal é composta, né?! Ela contará com várias apresentações musicais que iniciam no dia 17 de abril.

Programação completa de shows:

Kleiton e Kledir / Nando Reis
Data: 19/04/12 (quinta-feira)
Local: Palco Praça do Museu
Horário: 21h

Oswaldo Montenegro / Fernanda Takai
Data: 20/04/12 (sexta-feira)
Local: Palco Praça do Museu
Horário: 21h

Capital Inicial
Data: 21/04/12 (sábado)
Local: Palco Praça do Museu
Horário: 21h

Chico César / Caetano Veloso
Data: 22/04/12 (domingo)
Local: Palco da Esplanada
Horário: 21h

ENTRADA FRANCA
Site: www.bienalbrasildolivro.com.br

Objeto Encontrado Galeria Café – Uma mistura de arte, café e novidades

“Objet trouvé” – expressão francesa que significa “coisas que você encontra e atribui valor”. Esse é o significado de Objeto Encontrado. Um Galeria Café estiloso, tranquilo e agradável para uma loja de entrequadra no início da Asa Norte. De cara,  já chama atenção sua vitrine composta de artigos diferenciados desde artesanato, passando por Moleskines e uma série de art toys importados. No subsolo tem uma galeria de arte aberta não só aos artista locais mais sim de todos os lugares do mundo. Uma mistura de arte, café e novidades.

Tive a oportunidade de tomar um café e conhecer o espaço. E é claro, dar uma gastadinha. Me dei um lindo presente!!!

Muito legal!!! Aceito convites!!

Objeto Encontrado – Galeria Café
Local: 102 Norte, Bl. B – Asa Norte
Tel: (61)3326-3504
Na internet: http://www.flickr.com/people/objetoencontrado/

Fernanda Abreu – 27/11/09 – Teatro Brasília

Fernanda Abreu vem a Brasília pra lançar seu livro, Meu Pequeno Vascaíno e fazer um show acústico no dia 27/11 às 21h, no Teatro Brasília. Como ela é uma torcedora fanática do Vasco, a Editora Belas-Artes a convidou para participar de uma série intitulada Meu Time de Coração. Com uma imaginação fantástica, ela decidiu contar de uma forma bem diferente a história do seu clube por uma competição entre um menino e uma menina para avaliarem quem é melhor conhecedor do Vasco.

Fernanda Abreu
Local: Teatro Brasília (www.teatrobrasilia.com.br)
Dia: 27/11/09
Horário: 21h
Ingressos: R$ 30 (meia – estudantes e idosos)
Tel: 3424-7121

Dicionário Visual

Visando simplificar, deixar mais divertida e de fácil compreensão, os ingleses criaram um dicionário, The Photographic Dictionary, que une o significado da palavra, bem como sua interpretação visual.

O dicionário é praticamente todo feito por quem envia as fotos, basta enviar o link da foto (600 pixels) que deseja para o e-mail thephotographicdictionary@gmail.com, mas esta deve estar publicada na internet.
Também é bom pra quem tem dificuldade com o inglês, afinal o que vc vê… nunca esquece!!!

Existem algumas palavras no dicionário que ainda precisam de definição visual, então galerinha jump… mandem as suas.

Site: http://www.thephotographicdictionary.org/home.html

jump

Definição de JUMP.

Feira Internacional do Livro – La Habana

Cuba está homenajeando Chile na feira internacional do livro em Havana. A feira acontece em uma fortaleza e bem perto do que era o escritório e comando geral do Che Guevara. Uma fortaleza gigante que se transformou em um pavilhão de exposições com milhares, milhares, milhares de pessoas passeando pela feira.

O que me chamou a atenção foi que não aceitam pesos convertibles para as entradas isso quer dizer que privilegiam a entrada de cubanos (é um trabalho danado para entrar lá se você não tem pesos cubanos – MN). Também me chamou a atenção  a quantidade de gente e o tamanho da feira…

Muitas pessoas comprando livros, especialmente nos lugares que aceitam MN. Estranho é que não se pode pagar as entradas em Cucs, mas dentro da feira quase tudo está em cuc. Cada cuc compra 24 pesos cubanos e as entradas custavam 2 pesos Cubanos.

A presença da literatura de diversos países enriquece a feira, alem de haver entrevistas com os escritores, palestras, seminários, etc.. A TV local cobre a feira com palestras, entrevistas e mini-cursos que complementam a feira presencial.

Feira Internacional do Livro – Havana
Acontece todos os anos em fevereiro/março

101 Bares para beber antes de morrer

Ok, tá achando chata essa coisa de 101…? Eu também acho! Por que 101 e não 105 ou 134? De onde vem essa coisa do 101? Estive refletindo sobre isso (parece falta de ocupação – mas é o oposto disso), me dei conta de que é o que excede.

Minha Tese: temos 10 dedos nas mãos o que deu origem ao sistema de numeração decimal, isso significa que contamos em múltiplos de 10 e nossas referências numéricas são baseadas também no 10. Assim, números extraordinários e exatos, para a nossa cabeça enquadrada, são as potências de 10 com expoentes naturais (100, 1000, etc.). Somar 1 a um número maravilhoso desses significa exceder ao que já e bonito e bastante… acham que essa teoria cola?

Nessa onda de 101, eu andava, há tempo, em busca de um livro sobre bares, porque tem aí esse site dos melhores bares do mundo, etc.. Não andava encontrando algum que fosse um guia de bares e hoje, exatamente hoje, quando estava escrevendo o post sobre as coisas para se fazer antes de morrer, achei o livro dos bares, comprei obviamente. Meus amigos que não se surpreendam… Afinal, os bares não existem apenas para biritar, mas para um bom papo, um bom petisco e sabe-se lá o que mais…

——————————
101 Bares para beber antes de morrer
Editora: Ediouro
Autor: A. BEVERESCO
ISBN: 9788500021770

101 Coisas para se fazer antes de morrer

Sei que vamos fazer milhares e milhares de coisas antes de morrer, mas é bom ter umas dicas jumps do que fazer enquanto estamos por aqui de passagem.

Eu pegava piabinha para fazer isca com o meu pai, pegava com a mão, fazia armadilhas, copinhos, etc. Já caí no lago, já corri de cobra, já comi caju do mato e atirei com estilingue… Esses momentos ímpares ficam guardados com tanto carinho em nossa memória que vale a pena potencializar a frequência (sem trema), não acham?

Há um livreto muito interessante, bem interativo, das 101 coisas para se fazer antes de morrer. De verdade é bem difícil realizar todas e ainda há espaço para incluir a centésima segunda, terceira e assim por diante. O livrinho tem espaço para colocar datas, relembrar fatos e me parece uma ótima diversão. Já pensei em mil loucuras… o melhor é ganhar o livro de um amigo ou dar para um amigo…

—————————-

101 Coisas para se fazer antes de morrer
Autor: Richard Horne
Editora: INTRINSECA
ISBN: 859807814X